Publications des agents du Cirad

Cirad

Analise do indutor de necrose expresso durante a interação Theobroma cacao - Crinipellis perniciosa

Ceita G.O., Macêdo J.N.A., Bittencourt L.M.C., Santos T.B., Alvim F.C., Pirovani C.P., Gramacho K.P., Garcia O., Dias R.J.C., Mariano A.C., Da Silva Gesteira A., Micheli F., Pereira G.A.G., Cascardo J.C.M.. 2004. In : XXXVI Congresso Brasileiro de Fitopatologia, Gramado, Brésil, 01-05 agosto 2004. s.l. : s.n., 2 p.. Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 36, 2004-08-01/2004-08-05, Gramado (Brésil).

A cacauicultura, principal cultivo da região Sul da Bahia, vem sofrendo queda da produtividade devido a incidência de doenças que reduzem a qualidade do produto a ser consumido e comercializado. A vassoura de bruxa, doença causada pelo fungo basidiomiceto Crinipellis perniciosa (Stahel) Singer, tem se destacado pelos graves danos provocados às plantações de cacau da região. O sequenciamento de uma biblioteca de interação compatível de cacau inoculado com esporos de C. perniciosa possibilitou a identificação de vários genes envolvidos no desenvolvimento desta doença. Dentre estes destaca-se uma ORF com 693 nucleotídeos que apresenta similaridade com seqüências de genes indutores de necrose de outros fitopatógenos identificados em bancos de dados. Os indutores de necrose até então só foram identificados em ascomicetos, oomycetos e bactérias, sendo este o primeiro relato dessas proteínas em basidiomicetos. A análise por meio de Southern blot mostrou a presença de uma única copia do gene indutor de necrose, contudo a existência de duas cópias identificadas no genoma de C. perniciosa infere o arranjo desses genes em tandem, o que será investigado. A análise da seqüência da proteína revelou um possível sinal de secreção eucariótico e resíduos de aminoácidos altamente conservados entre os homólogos. Visando estudar a expressão desse gene, plantas susceptíveis foram inoculadas com esporos de C. perniciosa. O envolvimento do indutor de necrose durante o desenvolvimento da infecção foi confirmado por meio de imunoblots de proteínas totais de plantas infectadas. A análise da expressão do indutor de necrose, por meio de RT-PCR, evidenciou um padrão de expressão diferencial durante o processo infeccioso. Atualmente a proteína codificada por este gene está sendo produzida em sistemas heterólogos, para utilização em estudos funcionais com plantas modelo. O estudo da expressão dos genes relacionados com o processo de infecção é de fundamental importância para compreensão de mecanismos bioquímicos e moleculares utilizados pelo fungo no processo de colonização, auxiliando na criação de prováveis soluções para o controle da doença.
Communication de congrès

Agents Cirad, auteurs de cette publication :