Publications des agents du Cirad

Cirad

A qualificaçao das transacoes econômicas : aportes e limites da contribuiçao de Karl Polanyi

Sabourin E.. 2007. Jornal do MAUSS : n.p..

A difusão do modelo neoliberal conduziu a assimilar todos os mercados ao mercado do intercâmbio capitalista. Entretanto, há sessenta anos, Karl Polanyi identificou três formas econômicas de integração social e de alocação dos recursos: a reciprocidade, a redistribuição e o intercâmbio mercantil, cada um podendo gerar formas específicas de mercado. A partir dessa contribuição pioneira, a Nova Sociologia Econômica admite a pluralidade dos mercados, em particular por meio da sua inserção nas relações sociais (embededness), enquanto autores analisando atividades reunidas na terminologia de economia solidária, já admitem a pluralidade das formas de economia. A comunicação examina práticas econômicas geralmente qualificadas de não mercantis, no marco de um estudo comparativo entre Brasil, Senegal e países da Europa. As prestações estudadas vão do auto-consumo ao trabalho gratuito, passando pela ajuda mútua, a redistribuição de produtos e de fatores de produção ou ainda as transações em feiras e mercados de proximidade que não seguem as regras do intercâmbio capitalista. Os resultados levam a qualificar melhor a noção de relação não mercantil e a precisar categorias mais adaptadas à realidade estudada, a partir de uma análise dos aportes e limites das propostas de Polanyi. (Résumé d'auteur)

Thématique : Economie et politique agricoles

Documents associés

Article de revue

Agents Cirad, auteurs de cette publication :