Publications des agents du Cirad

Cirad

Aumento do conteúdo de polissacarídeos e carbono orgânico dissolvido sob plantio direto devido a sistemas de produção com elevado aporte de carbono em região subtropical e tropical

Tivet F., De Moraes Sa J.C., Borszowskei P.R., Da Cruz Hartman D., Eurich G., De Fátima Navarro J., Nadolny Junior M., Massao Inagaki T., Farias A., Aparecido Rosa J.. 2011. In : Marcelo Ricardo de Lima ; Fabiane Machado Vezzani ; Vander de Freitas Melo (eds.). Resumos II Reunião Paranaense de Ciência do Solo, Curitiba, Brésil, 4 a 6 de maio de 2011. Curitiba : Universidade Federal do Paraná, p. 12-12. Reunião Paranaense de Ciência do Solo. 2, 2011-05-04/2011-05-06, Curitilba (Brésil).

O fluxo de C oriundo dos resíduos culturais é o suprimento para a formação das frações lábeis da Matéria Orgânica do Solo (MOS) e torna-se fundamental para a formação dos agregados e do C estável com o passar do tempo. O objetivo deste trabalho foi avaliar as alterações nos compartimentos lábeis da MOS afetado por diferentes sistemas de manejo do solo em ambiente sub-tropical e tropical. A pesquisa foi realizada em experimentos de longa duração implantados no Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR), em Ponta Grossa-PR e na estação experimental da Fundação Rio Verde, em Lucas do Rio Verde (LRV), Mato Grosso. Foram avaliados três sistemas de uso da terra em cada ambiente: Vegetação Nativa (VN), Plantio direto (PD) e Preparo convencional (PC). O C orgânico dissolvido (COD) extraível em água quente e polissacarídeos totais (PT) foram analisados nas amostras coletadas nas camadas de 0-5, 5-10, 10-20, 20-40, 40-60, 60-80 e 80-100 cm do perfil do solo. Independentemente dos tratamentos, a concentração média do COD diminuiu significativamente com a profundidade do solo. Em Ponta Grossa, a média do conteúdo de COD no solo sob VN (2,16 g kg-1) representou 2,7% do COT na camada 0-5 cm e reduziu até 1,5% do COT (0,21g C kg-1) na camada de 80-100 cm de profundidade. A porcentagem de C em PT no solo sob VN representou 20% do COT a 0-5 cm e 29% na camada 80-100 cm. O conteúdo de COD no solo sob VN e em PD, foi positivamente correlacionada com o conteúdo de PT sugerindo que os carboidratos solúveis foram os componentes predominantes do COD. O conteúdo de COD e PT na camada de 0-5 cm na VN e no PD foi significativamente superior em relação ao PC. Na camada 0-5 cm o conteúdo de COD e PT sob PC, reduziu 57% e 41%, respectivamente. Em LRV na VN, o conteúdo de COD e C em PT representou 2,1% e 13% do COT respectivamente na camada 0-5 cm e 0.6% e 27% na camada 80-100 cm. Os conteúdos de COD e PT foram significativamente afetados pelas mudanças de uso da terra na camada superficial com menores valores medidos sob PC (COD: 0,39 g kg-1; PT: 6,5 g kg-1) em comparação com VN (COD: 0,82 g kg-1; PT: 11,3 g kg-1) e PD (COD: 0,65 g kg-1; PT: 11,3 g kg-1). (Texte intégral)

Documents associés

Communication de congrès

Agents Cirad, auteurs de cette publication :