Publications des agents du Cirad

Cirad

Potencial de sistemas de produção com elevado aporte de carbono na preservação da agregação e da matéria orgânica do solo em plantio direto em região subtropical e tropical

De Moraes Sa J.C., Tivet F., Borszowskei P.R., Nadolny Junior M., Briedis C., Bürkner dos Santos J., Massao Inagaki T., Da Cruz Hartman D., Eurich G., De Fátima Navarro J., Farias A., Aparecido Rosa J.. 2011. In : Marcelo Ricardo de Lima ; Fabiane Machado Vezzani ; Vander de Freitas Melo (eds.). Resumos II Reunião Paranaense de Ciência do Solo, Curitiba, Brésil, 4 a 6 de maio de 2011. Curitiba : Universidade Federal do Paraná, p. 15-15. Reunião Paranaense de Ciência do Solo. 2, 2011-05-04/2011-05-06, Curitilba (Brésil).

O efeito do preparo do solo proporciona a ruptura dos agregados expondo o carbono (C) protegido entre e intra-agregado à ação decompositora da microbiota. O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito de diferentes usos da terra e de sistemas de produção proteção e acúmulo de C nos agregados do solo em ecossistema subtropical e tropical. Este trabalho foi realizado em Ponta Grossa - PR (PG) em um Latossolo Vermelho de textura muito argilosa (675 g kg-1) há 29 anos com diferentes manejos e em Lucas do Rio Verde - MT (LRV) em um Latossolo Vermelho Amarelo de textura argilosa (490 g kg-1) com 8 anos de manejo. Os tratamentos consistiram em três usos da terra sendo: Preparo convencional (PC), plantio direto (PD) e uma vegetação nativa (VN) de cerrado (LRV) e floresta (IAPAR). A separação das classes de agregados (8, 4, 2, 1, 0.5, 0.25, 0.053 mm) foi realizada através da tamisação por via úmida em cada uso da terra e sistemas de produção em três profundidades de amostragem (0-5, 5-10, 10-20 cm). O conteúdo de C orgânico (COT) de cada classe foi determinado pelo método da combustão seca. Em PG, o PD proporcionou a porcentagem de agregados com tamanho entre 8 a 19 mm e maior diâmetro médio em todas as profundidades amostradas. Entretanto, o maior conteúdo de C foi constatado no solo sob VN em todas as classes de agregados. Em contraste, o conteúdo de C no PC foi constante nas diferentes classes de agregado. O PC afetou significativamente a agregação com uma proporção maior de agregados menores do que 2 mm e um conteúdo de C menor em cada classe. Na camada 0-5 cm o conteúdo medio de C diminui de 74,9 g kg-1 sob VN para 49,2 g kg-1 no PD e 33,4 g kg-1 no PC, representando 34% e 55% de perda devido ao uso da terra. Em LRV, a diferença significativa no tamanho medio do agregado e no conteudo de C foram observadas entre o VN e o PC e nos sistemas de produção em PD. Em LRV o conteúdo de C foi melhor distribuído nas classes de agregado e no VN o conteudo de C foi de 41,2 g kg-1 nos agregados > 8 mm e descrescendo para 15,6 g kg-1 nos agregados de 0.053 a 0,250 mm. O maior conteúdo de C foi nos sistemas de produção em PD com aporte de biomassa superior a 7,5 Mg C ha-1 ano-1. (Texte intégral)

Documents associés

Communication de congrès

Agents Cirad, auteurs de cette publication :