Publications des agents du Cirad

Cirad

Indices faunísticos de artrópodes-praga e inimigos naturais nos sistemas de plantio convencional e adensado do algodoeiro

Morais Rodrigues S.M., Silvie P.. 2016. Campina Grande : EMBRAPA-Algodão, 22 p.. (Boletim de pesquisa e desenvolvimento : Embrapa Algodão, 98).

A população de plantas no sistema de plantio adensado do algodoeiro é superior à do plantio convencional, podendo acarretar modificações no microclima, na diversidade e na densidade populacional dos artrópodespraga presentes. Este trabalho teve por objetivo efetuar uma análise faunística dos artrópodes-praga nos sistemas de plantio convencional e adensado de algodoeiro. O ensaio foi instalado no Campo Experimental do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMA) em Primavera do Leste (MT) (safra 2008/09), com a cultivar COODETEC 408. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com dois tratamentos (plantio convencional (0,9 m) e plantio adensado (0,45 m)) e 10 repetições. Cada repetição tinha 70 m x 70 m, as amostragens foram semanais e em 10 plantas/repetição. Os parâmetros riqueza, frequência, constância e dominância foram usados para a análise faunística. Os índices de diversidade e similaridade foram feitos com os programas DivEs e Lizaro Morisita, respectivamente. As espécies mais frequentes, em ambos os sistemas, foram o pulgão Aphis gossypii e a lagarta curuquerê Alabama argillacea e as constantes foram A. argillacea, A. gossypii, Megascelis sp., Chloridea virescens, Crhysodeixis includens e Bemisia tabaci biótipo B. As lagartas S. eridania e S. frugiperda foram classificadas como espécies acidental e acessória, respectivamente, no sistema de convencional; enquanto no sistema adensado houve uma inversão desse resultado. O percevejo Euschistus heros foi uma espécie constante e acessória respectivamente nos sistemas de plantio adensado e convencional; despontando como um inseto capaz de se tornar problema no sistema adensado. Não há diferença de diversidade de espécies de artrópodespraga entre os sistemas de plantio convencional e adensado de algodoeiro. O parasitóide Lysiphlebus testaceipes foi dominante e o mais frequente nos sistemas de plantio convencional (98,1%) e adensado (97,5%). As espécies constantes nos dois sistemas de plantio foram Cycloneda sanguinea and L. testaceipes. A riqueza de inimigos naturais no sistema de plantio convencional foi superior à riqueza no sistema de plantio adensado. A diversidade faunística observada em ambos os sistemas de plantio de algodão foi baixa.

Documents associés

Document technique

Agents Cirad, auteurs de cette publication :