Publications des agents du Cirad

Cirad

Construção de modelos preditivos da densidade basica da madeira de Eucalyptus grandis W Hill ex Maiden pela espectroscopia no infravermelho próximo (NIRS)

Americo da Silva C., Pires Franco M., Chambi Legoas R., Oste L.S., Franzoll S., Tomazello Filho M., Chaix G.. 2019. Pesquisa Florestal Brasileira, 39 : p. 413-414. IUFRO World Congress 2019 "Forest Research and Cooperation for Sustainable Development". 25, 2019-09-29/2019-10-05, Curitiba (Brésil).

0 presente trabalho teve como objetivo obter modelos de predição da densidade básica da madeira de árvores de Eucalyptus grandis, plantadas em espaçamento de 3 x 2m, fertilizadas com K e Na, submetidas ao estresse hidrico. Foram selecionadas 54 e 48 árvores, com 5 e 6 anos, respectivamente, cortando seções transversais do lenho na base e DAP do seu tronco. Foram analisadas a seção transversal de 1.222 corpos de prova de madeira, no espectrômetro NIR MPA da Bruker, nos módulos (i) esfera de integração (12800-3600cm·1) e (ii) sonda de fibra óptica (12800-4000cm-l ), comn resolução espectral 8 cm·1, media de 32 leituras. Posteriormente, foi determinada a densidade básica dos corpos de prova pelo método do máximo teor de umidade. Os dados foram tratados no software The Unscrambler®, sendo simuladas regressões com minimos quadrados parciais (PLS), baseadas nas informaões espectrais e na densidade básica, considerando 6 pré-tratamentos aplicados aos dados espectrais de validav cruzada e independente. Dos 36 modelos, os que apresentam os pârametros mais adequados segundo a literatura foram (i) esfera de integração: pré-tratamento Derivative 1 ;R'cv:0,69;RMSECV: 0,021 g.cm-3, LV: 9; R'p: 0,68; RMSEP: 0,022 g.cm-3, RPD: 1,76; (ii) fibra óptica: sem pré-tratamento;R'cv:0,65;RMSECV: 0,022 g.cm-3, LV: 5; R'p: 0,61; RMSEP: 0,024 g.cm-3, RPD: 1,62. Demonstrou-se, desta forma, que as regressões PLS que correlacionam as informações espectrais e a densidade básica da madeira de E. grandis, apresentam estatisticas satisfatórias, com coeficientes de correlação medios, baixos valores de erro padrão da predição, e RPD próximos a 2.

Mots-clés : spectroscopie infrarouge; modèle de croissance forestière; fertilisation; stress dû à la sécheresse; production forestière; bois; eucalyptus grandis; brésil

Thématique : Production forestière; Méthodes de relevé

Documents associés

Article de revue

Agents Cirad, auteurs de cette publication :