Publications des agents du Cirad

Cirad

Danos de Spodoptera frugiperda (Smith, 1797)(Lepidoptera: Noctuidae) com hábito de Lagarta-Rosca em plântulas de soja (Glycine max (L.) Merrill)

de Araújo W.A., Malaquias J.B., Silvie P., Scoton A.M., da Silva Pachú J.K., Degrande P.E.. 2021. Journal of Education, Science and Health, 1 (1) : p. 42-48. Congresso Nacional de Entomologia online (I Conaent). 1, 2021-07-21/2021-07-24, (Brésil).

A lagarta Spodoptera frugiperda é um inseto polífago anteriormente considerada uma praga secundária da soja (Glycine max). Hoje, além de danificar folhas, hastes, vagens e grãos, ela é capaz de cortar a plântula rente ao solo como uma lagarta cortadora de plântulas e assim, comprometer o estabelecimento da cultura. Desta forma, este trabalho teve por objetivo avaliar as consequências do ataque da lagarta-do-cartucho adotando o hábito da lagarta-rosca (Agrotis ipsilon) em plantas de soja recém emergidas. O delineamento estatístico utilizado foi de blocos ao caso, com seis repetições. Os tratamentos foram cinco níveis de infestação com aproximadamente 0, 5, 10, 20, 40 lagartas por m2. A infestação ocorreu no estádio fenológico cotiledonar (VC) utilizando lagartas de terceiro instar. Foram avaliadas três variáveis, sendo: (1) estande (relação entre plantas atacadas e originais), (2) tipos e quantidades de estruturas danificadas e (3) nível de desfolhamento. Nas quais, procedeu-se o levantamento dos dados a cada 24 horas até a fase de pupa da praga, assim como o estande final das plântulas. Concluiu-se que foram evidentes os danos causados pela S. frugiperda com hábito de lagarta-rosca e a voracidade das lagartas nas estruturas das plantas avaliadas.

Mots-clés : ravageur des plantes; glycine max; spodoptera frugiperda; dégât à la plante; entomologie; agrotis ipsilon; insecte polyphage

Documents associés

Article (b-revue à comité de lecture)

Agents Cirad, auteurs de cette publication :